História da Música Sacra (Livro) – Ruy Wanderley

Por Jônatas Fernandes[1]

Em comemoração aos 80 anos do maestro, compositor e pesquisador Ruy Wanderley[2], o site Hinologia Cristã faz uma homenagem e relança uma grande obra “História da Música Sacra”, 1977.

É com grande alegria que apresentamos este precioso trabalho que o site Hinologia Cristã: Cantos da Fé Cristã, na pessoa do seu idealizador Robson José dos Santos Jr. proporciona a todos que se dedicam, labutam e honram ao nosso Deus com sua arte confiada e entregue a nós para que O louvemos!

Segundo Santos Jr. (2020), a necessidade de relançar um material histórico de hinologia cristã se deve a apresentar ao público um material que migrou sua forma, de impresso para digital.[3]

**

O livro História da Música Sacra é um valiosíssimo material que todos os estudantes e amantes da boa música sacra deveriam ter em suas cabeceiras; ele de forma minuciosa desliza pela linha do tempo nos fornecendo informações riquíssimas!

Seu valor histórico é incontestável e digno de ser sempre lembrado a gerações futuras. O livro em si, é fonte de informação para pesquisas e de uma trama visível através do texto do que é homenagear, amar, partilhar e ter respaldo e admiração de pessoas que em sua volta falam/falavam de uma das maiores ferramentas que o bom Deus nos proporcionou – Música.

Segundo Wanderley (1977), “Este livro foi editado sob os auspícios[4] da “Union Church of Rio de Janeiro”, no pastorado do Rev. Wallace W. Williams a quem o autor apresenta sua gratidão e homenagem”. A admiração, respeito e o trabalho realizado nesta igreja foi algo que marcou a vida das pessoas.

Ruy Wanderley cantando na Rádio MEC (1967)

“Ruy Wanderley trabalhou em nossa igreja por muitos anos. Nos deixou quando foi preciso sair um pouco do erudito e foi trabalhar na Christ Church, Igreja Anglicana, Britânica, na rua Real Grandeza em Botafogo. Na Union temos alguma coisa de suas atividades, na celebração de nosso centenário ele formulou uma programação de música por exemplo, sou a única que ainda resta que conhecia ele. Admirável maestro!” (informação escrita[5])

Grandes nomes da música evangélica são citados direta ou indiretamente, estes nomes marcaram/marcam de forma significativa a história da música evangélica brasileira.

Hora Diniz Lopes[6] que por ora não há palavras para expressar tamanho amor e labuta para com a música na casa do Senhor (…com 6 anos de idade o seu sonho era cantar no coral, isto nos diz muito sobre quem ela era …) recebeu uma singela dedicatória; o prefácio e crítica foram honrosamente pontuados por Henriqueta Rosa Fernandes Braga[7], um grande nome da música evangélica brasileira e professora da Escola de Música da UFRJ. Desta honrada instituição, temos um breve depoimento de alguém que Ruy conhece muito bem:

“Conheci Ruy Wanderley ainda em criança. Eu já frequentava aulas de piano e meu pai, arquiteto amante de música, se encantou com a flauta doce e foi estudar o instrumento com ele. Minha mãe, que havia tocado violão na juventude, retomou a prática do instrumento e outros membros da família – como meus irmãos e minha avó – foram sendo aos poucos contagiados pela música. Ruy Wanderley apresentou Roberto de Regina a meu pai, que entusiasmado adquiriu um cravo construído pelo luthier e cravista para a casa. Em pouco tempo foi criado um conjunto musical e Ruy se tornou não só professor de música de toda a família, mas também um grande amigo.

Além de exímio flautista, Ruy Wanderley sempre foi dono de uma bela voz de barítono. Acompanhávamos seus concertos nos grupos de que participava, como o Conjunto Roberto de Regina, o Música Antiga da Radio MEC, além daqueles que dirigia, como o Estudio Musicante do Conservatório Brasileiro de Música e o Conjunto de Música Antiga da PUC.

As primeiras vezes que toquei cravo para um professor foram para ele, que mesmo não sendo cravista, soube me estimular e orientar, como grande músico que é. Até hoje somos amigos e as lembranças que tenho da convivência com ele são de alguém que sempre transmitiu talento e uma grande sensibilidade musical para o repertório renascentista e barroco, através da voz ou da flauta doce”. (informação escrita[8])

Um nome importante que também foi citado é Lida E. Knight[9] (fundadora do Jornal de música “Louvor Perene” / LP – uma publicação interdenominacional[10] que reunia grandes nomes da música evangélica), ela o incentivou e concedeu autorização do uso do material literário e musical.

Para a hinódia cristã, a contribuição deste valioso livro é algo que não podemos mensurar! Particularmente, não sei ao certo se o próprio Ruy tem esse conhecimento de que ele abriu uma porta de possibilidades no campo da pesquisa hinológica com respaldo nos períodos da história da música.

Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás. Pela manhã semeia a tua semente, e à tarde não retires a tua mão, porque tu não sabes qual prosperará, se esta, se aquela, ou se ambas serão igualmente boas. (Eclesiastes 11:1;6, ACF)

Numa pesquisa panorâmica para simples verificação, foi encontrado de forma consistente e digna, materiais que foram produzidos e tiveram como referência o livro do querido maestro Ruy Wanderley;

  • MÓDOLO, Parcival. A música no culto protestante: convergências entre as ideias de Martinho Lutero e João Calvino. 2006. Dissertação – Mestrado em Religião, Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2006.
  • DOLGHIE, Jacqueline Ziroldo. Por uma sociologia da produção e reprodução musical do presbiterianismo brasileiro: a tendência gospel e sua influência no culto. 2007. Tese (Doutorado) – Pós-Graduação em Ciências da Religião, Universidade Metodista de São Paulo, São Paulo, 2007.
  • VINCETINI, Érica de Campos. A produção musical evangélica no Brasil. 2007. Tese (Doutorado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.
  • COSTA, Henrique Gonçalves da. CARATERÍSTICAS DO APRENDIZADO MUSICAL E FUNÇÃO DOS MINISTÉRIOS DE LOUVOR NAS IGREJAS EVANGÉLICAS BRASILEIRAS. 2008. Monografia (Licenciatura) – Centro de Letras e Artes da UNIRIO, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.
  • EBERLE, Soraya Heinrich. CANTAR, CONTAR, TOCAR… A experiência de um grupo de louvor como possibilidade para a formação teológico-musical e jovens. 2011. Tese (Doutorado) – Pós-Graduação Pós-Graduação, Escola Superior de Teologia, São Leopoldo, 2011.
  • FREITAS, Marcus Vinícius de. O TEATRO MUSICAL ENQUANTO PRÁTICA PEDAGÓGICA NO MEIO ECLESIÁSTICO: RESSIGNIFICANDO O FAZER ARTÍSTICO NA IGREJA BATISTA DA ESPERANÇA, NATAL-RN. 2015. Dissertação (Mestrado) – Pós-Graduação em Música, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
  • LIMA, Tirza Sodré Almeida. O HINÁRIO NOVO CÂNTICO EM DUAS IGREJAS PRESBITERIA-NAS EM GOIÂNIA – GO: uso litúrgico, permanências e renovações. 2018. Dissertação (Mestrado) – Pós-Graduação em Música da Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2018.

História da Música Sacra, é de fato um material que no decorrer de 43 (quarenta e três) anos contribuiu para a música nas igrejas e que a partir deste relançamento se tornará um divisor de águas para àqueles que atuam na pesquisa e na disseminação da música sacra.

“Muito honrado e muito feliz por ver o relançamento do meu pequeno livro: História da Música Sacra, sua primeira edição foi em 1977; e como pode ser visto, tive um auxílio fantástico, que foi a crítica e o prefácio preparado pela profª Henriqueta Rosa Fernandes Braga.

Este livro foi dedicado à Hora Diniz Lopes, que sempre foi para mim uma verdadeira mãe na Música Sacra especialmente, também já tinha tido a experiência de lançar artigos separados na revista Louvor Perene sob a orientação de Lida Knight que também foi muito importante neste trabalho.

Enfim, em 77 (setenta e sete), conseguimos fechar isto e eu obtive um patrocínio da minha igreja Unit Church do Rio de Janeiro, consegui que a editora Imprensa Metodista fizesse o livro (um detalhe interessante, é que quando eles acabaram de preparar uma edição de 1.000 (mil) exemplares, eles me mandaram 2 (duas) caixas enormes (risos) com toda a edição pronta, e eu não pretendia nada ficar com esse material em casa porque afinal das contas, quem eu imaginava que fosse difundir o livro era a própria editora né?!, mas foi um mal-entendido e eu devolvi as caixas (risos), realmente as coisas continuaram funcionando bem, tanto que 3 anos depois tivemos que reeditar, e essa reedição foi feita pela REDIJO, por iniciativo deles mesmo da própria REDIJO, e eu me lembro que na época fiquei muito grato por isso também; só que saiu uma edição um pouquinho menor, um tamanho pequeno, mas funcionou também durante muito tempo. Nessa época é claro que eu não imaginava desses recursos que agora são os recursos modernos de publicar um livro, eu to vendo o meu livro publicado virtualmente, e isso é muito bom, isso faz muito bem a alma).

Agradeço profundamente à Hinologia Cristã, principalmente ao nosso querido Robson dos Santos por estarem tomando esta iniciativa, espero que o livro apesar de não ter sido trabalhado numa reatualização, nada disto, ainda é o livro original e tem as suas coisas originais. Tenho certeza de que poderá ser útil para muita gente ainda também.

Muito agradecido em nome de Cristo, eu estou dedicando este livro mais uma vez à memória destas pessoas queridas, agora incluídas todas no céu por mais algum tempo. Amém.” (informação transcrita-áudio[11])

Ruy, o nosso muito obrigado rogando as bênçãos de Deus não só a você, mas a toda a sua família!

[1] Colaborador técnico Hinologia.org – http://www.hinologia.org/jonatas-fernandes/

[2] Colaborador técnico Hinologia.org – http://www.hinologia.org/ruy-wanderley/

[3] Depoimento concedido por Robson José dos Santos Jr. / ES via mensagem de áudio e transcrita em 19.05.2020

[4] Recomendação; expressão de apoio, de proteção. Apoio financeiro; auxílio monetário ou de outro gênero para que algo se realize.

[5] Depoimento concedido por Carol Mary Louise Zachhau / RJ via mensagem escrita em 07.05.2020

[6] Ver biografia em: http://www.hinologia.org/hora-diniz-lopes/

[7] Ver biografia em: http://www.hinologia.org/henriqueta-rosa-fernandes-braga/

[8] Depoimento concedido por Marcelo Fagerlande, Cravista, Professor Associado

Escola de Música da UFRJ via mensagem escrita em 19.05.2020

[9] Ver biografia em: http://www.hinologia.org/lida-e-knight/

[10] Que não distingue denominação; que não é exclusivo de uma igreja

[11] Depoimento de Ruy Carlos Bizzaro Wanderley / RJ cedido a Robson José dos Santos Jr. / ES via mensagem de áudio em 05.05.2020. No dia 20.05.2020 este depoimento foi transcrito por Jônatas Fernandes Pereira / SP.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Marco disse:

    Formidável maestro com uma riqueza de vivência na música sacra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *