Lydia de Souza e Silva

Biografia

Lydia de Souza e Silva

Lydia de Souza e Silva

Lydia de Souza e Silva nasceu no dia 28/05/1937 na Cidade de Campos dos Goytacazes, RJ. Sua mãe, d. Josefa, congregava na Igreja Presbiteriana no distrito de Barcelos, em São João da Barra, RJ. Após alguns anos suas duas irmãs, Amarina e Sônia, foram para Vila Velha, ES, para um evento na Igreja Presbiteriana local. Foram hospedadas pelo pastor Manoel dos Passos Barros (1898-1986) e d. Juracy de Mello Barros. O Pastor Gedelti Victalino Teixeira Gueiros esteve presente na ocasião.

Por volta de 1966 o pastor Jonas José Marques (1928-1979) começou a fazer uma obra missionária no distrito de São Francisco do Itabapoana/RJ. Neste período a irmã mais velha da irmã Lydia, Amarina, foi morar em Vila Velha, começou a participar das reuniões e acabou por ser renovada, começando a escrever cartas para a irmã Lydia, que ainda morava em Campos, falando da sua nova experiência com o Senhor. Diante disto a irmã Lydia começou a buscar mais a Deus, conseguindo também ser renovada no Espírito Santo.  Acabou por se desligar da Igreja Tradicional e começou a se reunir na casa de alguns parentes do irmão Sebastião Henriques, em Campos, sendo depois construída a Igreja Cristã Presbiteriana, que veio a se tornar Igreja Cristã Maranata posteriormente.

Casou-se com Genildo dos Santos Silva em 1957 e tiveram 6 filhos. Educou e conduziu todos os filhos a andar na presença do Senhor, passando por dificuldade no transporte, indo a pé com seus seis filhos menores por aproximadamente dois quilômetros.

Começou a ser usada por Deus nos seus dons espirituais, com cânticos, e também sendo a ela revelada alguns hinos (cerca de 30 composições) ao longo de sua caminhada.

Onde eram consagrados novos trabalhos, o Senhor revelou para que começasse a implantar as Reuniões de Senhoras, sempre aos Domingos à tarde, em conjunto com quatro irmãs. Ficava o tempo que fosse necessário para que irmãs da própria localidade pudessem dar continuidade ao trabalho das irmãs, e assim prosseguiam juntas para outra região.

Teve uma experiência ímpar com a aquisição de uma nova casa, mais perto da igreja, onde o Senhor lhe concedeu sinais com detalhes da casa, bem ampla, onde acomodou toda a sua família.  Anos depois, com seus filhos já casados, pediu ao Senhor um outro lugar menor e mais próximo ainda da igreja, e o Senhor mais uma vez atendeu às suas orações, lhe concedendo um apartamento bem próximo à igreja.

Exercia as funções no Trabalho das Senhoras, Professora de Jovens, Grupo de Intercessão, frequentava grupos  nas madrugadas, culto ao meio dia e os cultos à noite, além  de ser  também participante da limpeza da igreja, fazendo com alegria, cantando louvores e glorificando ao Senhor.
Hoje encontra-se num estado avançado de Alzheimer, mas sempre que existia possibilidade estava presente na igreja, mesmo em cadeira de roda, sendo conduzida pelo filho, e a sua filha, que cuida dela há aproximadamente 10 anos.

Hinos e Cânticos que o Senhor lhe concedeu:

  • A Escada Real
  • Amor de Deus
  • Creio em Ti
  • Deus de Abraão, Isaque e Jacó
  • Estrela d’Alva
  • Fiel e Verdadeiro
  • Foi Por Ti
  • Jesus Acima Está
  • Meu Motivo
  • No Ciclo do Vento
  • O Guarda de Israel
  • Paz, Paz, Paz
  • Podemos Ver Milagres
  • Rios de Águas Vivas
  • Vou Caminhando

O hino “Jerusalém, Jerusalém do povo santo do Senhor” está presente na Coletânea de Hinos da Igreja Cristã Maranata, número 531.

Jerusalém, Jerusalém
Letra e Música: Lydia de Souza e Silva

Jerusalém, Jerusalém,
Do povo santo do Senhor,
Com fé um dia lá estarei
Rendendo glória ao meu Salvador.

Coro
Aleluia, glória a Deus,
Aleluia, amém, amém,
Com os anjos cantarei todo o louvor;
Aleluia, glória a Deus,
Aleluia, amém, amém,
Jerusalém do povo do Senhor.

Jerusalém, cidade santa,
Iluminada com a glória de Deus,
Em suas ruas eu andarei
Com o Cordeiro e os remidos seus.

 

Material enviado pelo Pr. Rubens Borges

© 2022 da Família de Lydia de Souza e Silva – Usado com permissão

Você pode gostar...

9 Resultados

  1. Silvia Regina Ventura Queiroz disse:

    Todas as vezes que eu ouvia a sua voz cantando louvores sentia que o céu estava aberto , e que os anjos cantavam juntos. Algumas vezes o louvor era em mistério. Está serva é um exemplo de fé, perseverança e grande AMOR. Pela obra de Deus. Foi , é ,será, sempre um testemunho vivo de uma FÉ inabalável, para todos que tiveram a oportunidade de conhecê-la. Deus seja LOUVADO. 🙇‍♀️🙏

  2. Mirian Rose disse:

    Um grande exemplo de fé e perseverança na presença do Senhor…
    Vida de oração e dedicação à essa obra Maravilhosa do Senhor Jesus.

  3. Marta Valéria Lima Barbosa Nunes disse:

    Louvo a Deus por ter tido o privilégio de conhecê-la e conviver com ela por um bom tempo na igreja . Quantas coisas eu aprendi com ela. Serva feverosa fiel e temente a Deus sempre!!

  4. Edenir de Souza de Almeida disse:

    Uma serva de Deus.
    Aprendi tudo na obra até limpar o púlpito com amor e dedicação.
    Ela e uma serva do Senhor

  5. Martha de Souza e Silva Borges disse:

    Mãe zelosa, nos ensinou a amar essa obra , a caminhar com temor ao Senhor. Quando pequenos, nos levava todas as tardes para o seu quarto e nos contava as histórias da bíblia, decorávamos um versículo, e assim fomos aprendendo a palavra do Senhor. Serva de fé, coragem, fiel ao senhor. Sua maior alegria era estar na casa do Senhor. Dedicou sua vida pela Obra. O louvor era Constante em seus lábios.

  6. Ana Paula Abreu disse:

    Sou fruto de suas orações , do seu cuidado e amor, como falava para todos : Essa aqui Aninha minha filha no senhor
    O que falar dela: Uma serva fiel , zelosa cheia do Espírito Santo que amava muito ao senhor, a essa obra e aos irmãos. No seu coração estava o louvor e gratidão ao senhor , como pode ser expresso num dos louvores que quando estava boa gostava de cantar: Grande amor
    Te amamos Lidinha

  7. Marta Bento da Silva do Espirito Santo disse:

    Glorifico ao Senhor pela oportunidade de conviver bem de perto com a irmã Lydia e desde que se integrou a Igreja, ainda Cristã Presbiteriana, o Senhor lhe concedeu muitos dons que eram compartilhados no corpo e todos eram edificados… Grande foi a participação no ensino de jovens e adolescentes as aulas nas EBDs eram muito boas…Ensinos exclarecedores da Palavra…A irmã era referência no aconselhamento aos irmaos, muitas situações foram devidamente resolvidas após intervenção desta irmã na direção do Senhor.
    Neste momento em que a enfermidade tem limitado o seu físico, sabemos que o Senhor tem cuidado de sua vida em todos os sentidos. Só temos a glorificar porque podemos conferir, cada dia a fidelidade do nosso Deus.

  8. Eduardo de Souza e Silva disse:

    Lembro-me do seu compromisso em nos ensinar o cominho do Senhor. Todos os dias, entre 13h e 14h, nos colocava de joelhos ao redor de sua cama e nos orientava a orarmos, um por um. Depois, com muita alegria e conhecimento da Palavra nos contava as belas histórias bíblicas. Nunca vi a minha mãe dizer “não” a quem a procurasse pessoalmente ou por telefone, a fim de buscar uma palavra de orientação ou consolação. Sem dúvida, ele é o melhor presente de Deus para nós, depois da salvação. Sem o seu empenho e dedicação, não sei onde poderíamos estar hoje. Quando ainda crianças, ela nos levava de dois a dois nos cultos, pois a igreja era em Guarus (bem distante). Tínhamos que apanhar o ônibus no centro da cidade e, mesmo quando o perdíamos, íamos a pé, pois para ela, nunca houve tempo ruim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.