Compositores do nosso Cantor Cristão – Bill H. Ichter

Como já focalizamos em mais de uma ocasião, um número relativamente pequeno de homens escreveu grande porcentagem das músicas do nosso Cantor Cristão. Somente 11 homens escreveram a música para nada menos de 241 hinos! Deste grupo de 11, 5 eram batistas, e estes cinco são responsáveis pela música de 103 hinos do Cantor Cristão, são eles: Philip Paul Bliss (ver “Canto Musical” de 02-04-1967 e 05/07/1970,e  “Se os Hinos Falassem”, vol. 2, páginas 11 a 15 e vol. 3, páginas 90 e 91); William Batchelder Bradbury (“Canto Musical” de 11/05/1969, 21/06/1970 e 13/09/1970, e “Se os Hinos Falassem”, vol. 3, pp. 13, 14, 84, 85, 96-98); William Howard Doane (“Canto Musical” de 03-01-1971) e Robert Lowry.

Um destes batistas era George Coles Stebbins (ver “Canto Musical” de 05/03/1967 e “Se os Hinos Falassem”, vol. 2, pp. 61 e 62). Stebbins nasceu no dia 26 de fevereiro de 1846, numa fazenda em East Carleton, Condado de Orleans, N. York. Situada numa zona rural, a noroeste daquele Estado, a fazenda do pai requeria muito tempo do menino George, e cedo na vida ele aprendeu o valor do trabalho. Nos primeiros anos de sua vida frequentou uma escola rural perto da fazenda de seu pai.

Quando tinha 13 anos de idade apenas, aconteceu algo que influenciaria profundamente a sua vida; era muito comum, naquela época, nas zonas rurais dos Estados Unidos, as pessoas se reunirem para cantar hinos. Este interesse resultava, às vezes, num período de estudo musical dirigido por um músico, normalmente vindo de fora. Stebbins assistiu a um destes estudos, e como resultado acordou de repente um grande interesse pela música e talento nesta arte, que até então repousavam tranquilamente dentro de si. Os seus pais o ajudaram a fazer uns cursos especiais, inclusive canto, nas cidades de Rochester e Buffalo, no mesmo estado, N. York.

Em 1867 Stebbins casou-se e, no ano seguinte, mudou-se para Chicago onde encontrou emprego como balconista na grande firma de música “Lyon e Healy”. A sua carreira musical começou mais propriamente no mesmo ano em que aceitou o convite para cantar no coro da Primeira Igreja Batista de Chicago. Stebbins possuía uma bela voz de tenor. Mais tarde foi convidado para ser o diretor de música daquela igreja. Nesse cargo teve inúmeras oportunidades de conhecer alguns dos grandes nomes da música evangélica daquela época. Philip Paul Bliss (23 músicas no Cantor Cristão), Horatio Richmond Palmer (7), George Frederick Rott (9) e Ira David Sankey (42 músicas). E enquanto servia à Igreja em Chicago, Stebbins participava de muitas atividades musicais daquela cidade.

Em 1874 Stebbins aceitou o convite da Igreja Batista de Clarendon Street, em Boston, Massachusetts, para dirigir a música. Dois anos mais tarde, em janeiro de 1876, aceitou convite semelhante da Igreja Batista Tremont Temple, na mesma cidade.

Nesta época Stebbins conheceu o famoso evangelista Dwight L. Moody e, no verão do mesmo ano, Stebbins deixou o trabalho em sua Igreja para participar das campanhas evangelísticas de Moody. Por 25 anos Stebbins teve a sua vida intimamente ligada a campanhas de evangelismo e foi considerado como uma das figuras mais importantes das mesmas.

Stebbins teve uma vida longa e muito produtiva. Há centenas de músicas de sua autoria que ainda estão sendo cantadas. Foi ele também o compilador e editor de várias coleções e hinários.

Stebbins faleceu no dia 6 de outubro de 1945, faltando somente 4 meses e meio para completar um século de existência.

Entre as músicas mais apreciadas de Stebbins, que fazem parte do nosso Cantor Cristão, podemos citar: 66 – “Rei dos Céus”; 133 – Exultação”; 151 – “Comunhão”; 175 – “Minha Aspiração”; 176 – “Tempo de Ser Santo”; 201 – “O Novo Nascimento”; – 210 – “Cristo Te Chama”, e 370 – “Crendo em Cristo”.

Bill H. Ichter

Publicado originalmente em: “O Jornal Batista”, Ed. 27, julho 1971, pág. 6 – “Coluna Canto Musical”

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Marília disse:

    Sempre gostei do Cantor Cristao.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *