Jesus, amor que vai além

HistóriaLetraInformaçõesRecursos e Partituras

Jesus, amor que vai além – O Jesu Christ mein schönstes Licht

Autor: Paul Gerhardt (1607-1676), 1653
Tradução ao inglês: John Wesley (1703-1791), 1739 – Jesus, thy boundless love to me
Tradução ao Português: Simei Monteiro, 2016

Sou metodista e aprecio tanto a obra teológica de John Wesley como também a enorme obra poética de seu irmão Charles Wesley cujo acervo de poemas, incluindo hinos e poesias ainda inéditas pode chegar a 9.000.

Entretanto, há poucos hinos atribuídos a John Wesley. Entre eles as podemos citar as traduções de hinos do alemão para o inglês. Destes, “Jesus, Thy Boundless Love to Me” é um dos mais famosos pois reflete a influência da espiritualidade moraviana na vida e obra de John Wesley.

Nos hinários anglo-saxões, a melodia, que geralmente acompanha o hino em inglês, é ST CATHERINE, conhecida no Brasil com o texto do hino: “Bendita fé de nossos pais”, de Frederick William Faber (1814-1863), Hinário Adventista, n° 258.

Eu já conhecia “Jesus, amor que vai além” em inglês, contudo confesso que a combinação do texto com a melodia ST CATHERINE não é do meu agrado. Certamente existem outras melodias e até música coral bem combinadas com esse texto. Sei que minha saudosa professora de hinologia no Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil (STBSB), D. Joan Sutton, fez uma tradução desse hino para uma obra coral, publicada na coletânea “Vozes Angelicais” (JUERP). Entretanto, como não consegui encontrar seu texto na forma de hino, decidi compor uma nova melodia e traduzir o hino de John Wesley.

A tradução de D. Joana Sutton começa com esta frase: “Teu insondável, santo amor jamais medir eu poderei” e eu dei o nome de INSONDÁVEL à minha nova melodia em sua homenagem. Escrevi a melodia para o texto original de John Wesley, em agosto de 2016. O processo foi simples. Deixei que o texto me impusesse os contornos apropriados de uma oração. Assim foi nascendo a melodia do hino. A tradução foi terminada agora nos primeiros dias de setembro de 2016.

John Wesley (1703-1791), nasceu em Epworth, Inglaterra, em 1703. Foi educado em Londres onde se graduou, por Oxford, em 1726. Juntamente com seu irmão Charles , fundou o “Clube Santo”: um grupo de estudantes conhecidos por sua piedade e disciplina e, por isso, chamados de “metodistas”. Depois que foi ordenado ao ministério, tornou-se um missionário, em 1735, quando parte para as colônias da América do Norte.

John Wesley travou conhecimento com os irmãos moravos, também chamados de moravianos, durante sua viagem para a Geórgia, em 1737. Logo se interessou por esse grupo com qual manteve uma profunda relação perdurou por muitos anos e que foi fundamental na sua experiência religiosa. Durante a viagem para a Geórgia, conheceu este hino, cujo autor era o famoso pastor e hinista luterano já citado, Paul Gerhardt (1607-1676).

O hino que possivelmente constava do hinário moravo, tinha por título, sua primeira linha: “O Jesu Christ, mein schönstes Licht.” Wesley foi tão tocado pelo hino que traduziu ao inglês as 16 estrofes do mesmo e o mencionou no seu último sermão antes de deixar a Geórgia: “Uma Explicação Clara Sobre a Perfeição Cristã” (A Plain Account of Christian Perfection). Ao citar a segunda estrofe do hino ele diz que esse era “o grito do seu coração”.  O hino foi publicado  na coleção: “ Hinos e Poemas Sacros” (Hymns and Sacred Poems,1739). Das 16 estrofes originais  os hinários conservam apenas quatro.

John Wesley morreu em 2 de março de 1791, cerca de três anos depois que seu irmão Charles morreu. Desde o momento em que ele tornou-se livre de influências, exceto a de Deus, ele teve cinquenta anos de serviço constante e fez um bem imensurável à Inglaterra através da perseverança, resistência e fé. Seu legado não se limitou ao seu século ou país, mas sobrevive até hoje na fé de milhões em várias igrejas ao redor do mundo.

Sobre Paul Gerhardt podemos dizer o que diz John Julian, autor do Dicionário de Hinologia (Dictionary of Hymnology,1892):

“Gerhardt é considerado o mais talentoso e popular hinista da Igreja Luterana da Alemanha. Nasceu em Gräfenhaynichen, perto de Wittenberg. Serviu, como pastor,  em várias paróquias em cidades de seu país. De 1668 até sua morte, em 1676, Gerhardt exerceu seu ministério em Lübben.”

O hino “Jesus, amor que vai além” nos fala sobre os estágios da vida, tanto os tempos difíceis como os de tranquilidade. Na estrofe 3, John Wesley descreve o amor de Cristo como um raio que derrete tristezas e angústias assim como um raio de sol derrete a neve. Sem o amor de Cristo nossas vidas são penosas e sem valor. O hino é cheio de referências bíblicas. Entre elas: Ef. 3: 18-19, Ef. 3:17, 2 Cor. 12:9 e muitas outras.

Tanto Paul Gerhardt como John Wesley nos encorajam a demonstrar ao nosso próximo o amor de Cristo em nós. Que “Jesus, amor que vai além” possa unir-nos no pleno amor de Jesus Cristo e que esse amor ultrapasse as fronteiras de nossas igrejas e atinja toda a criação. Como diz literalmente o hino: “Que cada ato, palavra, pensamento seja: AMOR”

Simei Monteiro

Jesus, amor que vai além – O Jesu Christ mein schönstes Licht

Métrica: 8.8.8.8.8.8
Autor:
Paul Gerhardt (1607-1676), 1653
Tradução ao inglês: John Wesley, 1739 – Jesus, thy boundless love to me
Tradução ao Português: Simei Monteiro, 2016

1. Jesus, amor que vai além.
do meu dizer, do meu pensar.
És bem melhor que qualquer bem,
vem, para sempre, em mim, reinar!
A ti desejo pertencer,
transforma e nutre meu viver.

2. Que alguém,em mim, não possa achar
senão o amor, teu puro amor;
meu ser inteiro a demonstrar
tua alegria − o bem maior!
Vê se há em mim um malquerer,
revela a graça em meu viver.

3. Amor de brilho sem igual,
que angústia e dores já desfaz!
Não mais enfermidade ou mal
Porque há cura, luz e paz.
Que eu nada mais queira almejar,
senão da graça desfrutar!

4. Vou te seguir, sem descansar,
como a criança, em seu querer.
Até que, em mim, possa habitar
a doce essência do teu ser.
Já nada vai nos separar
e em ti, eu sei, vou me encontrar.

5. No sofrimento, tu és paz
e na tristeza, és poder.
A tempestade passará
se perto estás, por que temer?
Da vida e morte és Senhor
do mundo inteiro, o Redentor!

Simei Monteiro

Curitiba, 1° de setembro de 2016

Jesus, amor que vai além – O Jesu Christ mein schönstes Licht

 Letra: Paul Gerhardt (1607-1676)

Tradução ao Português: Simei Monteiro

Data da tradução ao Português: 2016

Tradução ao inglês: John Wesley (1703-1791)

Data da tradução ao inglês: 1739

Métrica: 8.8.8.8.8.8

Música: Simei Monteiro (1943)

Ano da música: 2016

Título original: “O Jesu Christ mein schönstes Licht”

Título original em inglês: “Jesus, thy boundless love to me”

Título original em português: “Jesus, amor que vai além”

Nome da melodia: INSONDÁVEL

Primeira linha da primeira estrofe: Jesus, amor que vai além

Fonte original: Charles Wesley, Hymns and Sacred Poems (1749).

Número de estrofes: 5, porém no original são 16.

Referência Bíblica:  Salmos 86:15.

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Confesso que este relato da irmã em Cristo Simei Monteiro, sobre o histórico deste Hino
    Jesus, amor que vai além
    Autor: Paul Gerhardt (1607-1676), 1653
    Tradução ao inglês: John Wesley, 1739 – Jesus, thy boundless love to me
    Tradução ao Português: Simei Monteiro, 2016

    Merece uma atenção detalhada do leitor bem como foi este histórico tão bem pesquisado.

  2. Confesso que este relato da irmã em Cristo Simei Monteiro, sobre o histórico deste Hino
    Jesus, amor que vai além
    Autor: Paul Gerhardt (1607-1676), 1653
    Tradução ao inglês: John Wesley, 1739 – Jesus, thy boundless love to me
    Tradução ao Português: Simei Monteiro, 2016

    Merece uma atenção detalhada do leitor bem como foi este histórico tão bem pesquisado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *