Elias Simora

Elias Simora

José Elias Simora nasceu em 25/04/1963 na Cidade de Vitória/ES.

Elias considera seu testemunho comparado ao da conversão de Paulo no caminho para Damasco: “… subitamente o cercou um resplendor de luz do céu”. Atos 9.3. Quando Elias tinha 15 anos, estava começando a conhecer e entrar no mundo perdido. Sua irmã o evangelizava, mas ele não lhe dava ouvidos. Ela dormia na parte de baixo do beliche e ele em cima, então, todos os dias antes de dormir, ela pedia para ele ler A Bíblia, um Salmo, mas ele não queria saber de evangelho. Elias levava uma vida muito desregrada, bebia, fumava. Um dia, em sua residência em Itararé, Vitória/ES, deitado no sofá, ficou sem sono. De repente, sentiu muita vontade de pedir perdão a Deus. Ele falava: “Deus, me perdoa, aquilo que eu fiz que tenha feito”. Ele teve uma visão: Um de uma luz enorme que entrou pela janela da casa dele e a cada momento crescia mais. Elias começou a sentir que esta luz o envolvia cada vez mais e começou a dizer palavras como “Glória a Deus”, “Glória a Deus”, e seu corpo começou a subir. Quando chegou ao ponto mais alto, ele achou que estava morrendo, então, parou de glorificar. Assim que fez isso, o corpo dele foi descendo. Ele nos conta que parecia que tinha subido com um peso de 10 mil toneladas, e desceu como se tivesse apenas um peso inferior a uma pena. Foi uma experiência grandiosa e tremenda! A partir daquele dia ele não fumou mais, e não bebeu porque a sua vida foi transformada por Deus. Tal fato aconteceu em um sábado de Julho e já no domingo consecutivo, os amigos de Elias foram para a praia curtir, mas ele não quis ir. A mãe dele falou: “O que houve com você?” Ele não respondeu nada. Ela falou: “Você está com um brilho diferente”! Ele contou para sua irmã, que o convidou para ir à Igreja Cristã Maranata (ICM) na Rua Duque de Caxias no centro de Vitória/ES. Elias logo aceitou, e inclusive convidou também um amigo de “rock”, Walmo.

Um dos primeiros hinos que Elias ouviu foi “Nas estrelas vejo a tua mão”, de Ralph Carmichael, e a pregação da Palavra foi pelo Pastor Antônio Carlos Ribeiro. Em Novembro de 1978, Elias foi batizado nas águas. No ano seguinte, Elias começou a se interessar por hinos, para tocar na Igreja. A seguir, Elias foi gerando instrumentistas na Igreja. Logo, Elias conheceu o compositor Jorgemar Souza Madeira, parceiro de composições. Sua primeira composição foi com Jorgemar e Alzira Cândido: “Ó Meu Jesus, meu Salvador”, posteriormente Elias escreveu “Vinde a mim disse Jesus”; A partir dessa experiência, surgiram muitos hinos que foram publicados na Coletânea de Hinos da ICM:

  • Deus proverá
  • É preciso confiar e buscar a Deus
  • Entrega o teu caminho ao Senhor
  • És majestade
  • Eu sou tão feliz com o meu Jesus
  • Existe uma fonte de águas vivas
  • Fonte de águas vivas
  • Louvai, servos do Senhor
  • Muitos anjos louvam
  • No trono da cidade de Deus
  • Nos prostremos aos seus pés
  • O sentido de viver
  • Ó vinde e adoremos
  • Se as lutas da vida
  • Te exaltaremos

Fonte: O Colaborador

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *