Logo de Manhã

HistóriaLetraInformaçõesPartituras e Recursos

Logo de Manhã

Letra e Música: Aristeu Pires Junior, 1980

Acerca deste tão conhecido hino “Logo de Manhã”, conta-nos Aristeu Pires Junior:

“No início de 1980 eu estava dirigindo um grupo direcionado a novos convertidos, com o objetivo de passar algumas dicas para esse início de caminhada com Deus. A essência da vida com Deus é justamente o relacionamento com ele, não como um ato dominical em um local específico, mas uma caminhada diuturna, “do nascimento do sol até o ocaso”(Sl 113.3). Acredito que uma forma muito eficaz de se passar um valor (tanto para o bem quanto para o mal) é através da repetição e memorização dessas palavras. A música, por sua vez, tem o poder de penetrar além do consciente e armazenar essas informações num nível mais profundo e definitivo, que pode ser recuperado.

Essa música foi feita com o intuito didático de fixar alguns princípios:

  • O relacionamento com Deus deve ser cultivado logo de manhã e continuar até o fim do dia.
  • Deus nos conhece tudo o que sentimos e pensamos. Não adianta nos relacionarmos com ele com meras palavras e chavões evangélicos. O que interessa a ele é o nosso interesse legítimo de estar ao lado dele, até o fim.
  • Mesmo quando a noite é escura, a luz de Deus sempre está brilhando (mesmo que não vejamos) e, por isso, podemos descansar em seus braços.

Essa música foi cantada durante todo um ano (uma vez por semana) e, de uma turma de mais de 300 participantes, pouco mais de 10 pessoas não chegaram até o final.”[1]

Foi um grande privilégio ter convivido com Aristeu Pires Jr., quando éramos muito jovens: nós dois nascemos em 1954 e em 1977 (portanto, 23 anos na época), fomos convocados pelo grupo Vencedores por Cristo (VPC), para gravar o LP “De vento em popa” – que tornou-se um marco na música evangélica brasileira, por ser o 1º. a trazer somente composições e ritmos brasileiros. Antes dele, os LPs que normalmente tinham 12 músicas, traziam no máximo 2 delas nacionais. As outras eram traduzidas do inglês ou até do alemão.

Nesta época, Aristeu (baiano de Campo Formoso) morava em Brasília e frequentava a Igreja Presbiteriana do Planalto. Logo que nos conhecemos, veio por parte dos “paulistas” do grupo, como eu (Sergio Leoto), Guilherme Kerr Neto, Nelson Bomilcar, Gerson Ortega, Artur Mendes, Ederly e Abílio Chagas, a mesma “boa surpresa” que havíamos tido, quando conhecemos o carioca Sergio Pimenta: Aristeu e Sergio Pimenta eram “fora de série”, especiais em seus estilos MPB, além de serem “estudantes de poesia”, para terem sempre um melhor nível em suas letras.

Era comum encontrarmos os dois discutindo sobre os “últimos livros de poesia”, que haviam lido naquele mês! Tornaram-se exemplos para todos nós, na “excelência” daquilo que se propunham a realizar! Mais do que isso, Aristeu e Pimenta tinham sabedoria em falar sobre a “amizade e compromisso que tinham com Deus”.

Lembro-me de uma vez, em que o grupo VPC foi evangelizar em diversas cidades do Uruguai. Época difícil naquele país, que vivia sob regime militar e em luta contra os guerrilheiros “Tupamaros”. Levaram-nos para falar em um quartel, a soldados que haviam voltado de uma batalha, onde haviam perdido muitos homens, mortos pela guerrilha.

O ambiente era sombrio: centenas de militares à nossa frente – muitos deles chocados, perplexos, confusos, olhando para o nosso grupo que tinha guitarras, bateria, rapazes e moças empunhando microfones. Quando começamos a cantar, o ritmo da música brasileira os alegrou e acalmou seus semblantes, trazendo os sorrisos de quem afastava o medo da guerra e colocava uma nova esperança nos rostos!

Cantamos várias das músicas do Aristeu e do Sergio Pimenta, que eram militares no Brasil (Aristeu, da reserva e Pimenta, na ativa). Os dois deram seus testemunhos como militares cristãos, mostrando que nos momentos difíceis da vida, eles recorriam ao Senhor dos Exércitos – Deus, que estava disponível para acolher a todo que O busca de todo o coração! Quando Aristeu fez o apelo, dezenas de soldados entregaram suas vidas a Cristo!

Assim sendo, antes de ser um excelente músico e poeta, Aristeu foi um exemplo de amizade com Deus! O tempo passou, hoje ele é um excelente designer gráfico de móveis, mas sua amizade e busca de excelência para o Senhor, continuam em crescimento! Continue sempre assim!

Pr. Sérgio Leoto

[1] JUNIOR, Aristeu Pires de O. Logo de Manhã – Autorização. Mensagem recebida por <robsonjosesantosjunior@gmail.com> em 22 jun 2017.

Logo de manhã

Letra e Música: Aristeu Pires Junior, 1980

Logo de manhã, quero te buscar,
Tua voz ouvir, teu amor sentir.
E estender as mãos para te louvar,
Derramar meu coração sobre teu altar.

Pois tu sabes bem tudo quando há em mim:
Que vou te seguir e te amar até o fim.

E, no fim do dia, quando o sol se for,
Te adorarei, te darei louvor.
Mesma escura a noite, brilha a tua luz.
E em teus braços eu descanso,
Meu Senhor Jesus.

Logo de Manhã

Letra e Música: Aristeu Pires de Oliveira Junior (1954)

Ano da composição: 1980

Título original: “Logo de Manhã”

Nome da melodia: LOGO DE MANHÃ

Primeira linha da primeira estrofe: Logo de manhã, quero te buscar,

Álbuns: 

  • LP Tudo ou Nada – Vencedores por Cristo, 1983. (Faixa 06)
  • CD Oh! Que Belos Hinos –  Grande Coral Evangélico – Regência Dorotéa Kerr, 2004. (Faixa 05)

Hinários no Brasil: Hinário para o Culto Cristão – HCC (401)

Referência Bíblica: Sl 113.3

Áudio: LP Tudo ou Nada – Vencedores por Cristo, 1983. (Faixa 06) – Usado com permissão

Áudio: CD Oh! Que Belos Hinos – Grande Coral Evangélico – Regência Dorotéa Kerr, 2004.  Usado com permissão

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Ines Brasília Regis Pires disse:

    Logo de Manhã
    Autor e Compositor: Aristeu de Oliveira Pires Junior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *