” A Minha Tarefa é Preparar” – Homenagem à Fred Spann – Bill H. Ichter

Fred Spann

Assim se expressou o missionário Fred Spann, jovem músico que, com a sua valiosa equipe, transformou o Depto. de Música Sacra do Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil numa rica fonte de obreiros bem preparados para exercer “o ministério de música”.

De fato, “preparar obreiros para o grande futuro da música sacra no Brasil”, foi uma nobre tarefa. E foi desta missão que o Seminário do norte cuidou bem. Desde 960, quando o Curso de Música Sacra foi iniciado naquela instituição pela missionária Bennie May Oliver, grandes passos foram dados para que o desejo expresso pelo Pastor Fred Spann fosse concretizado.

Em 1963, formou-se a primeira turma do Curso de Música Sacra. As alunas Jucy pessoa e Naibel Medrado foram as primeiras pessoas a receberem o grau de Bacharel em Música Sacra num Seminário Teológico Batista Brasileiro. Jucy, prestou valiosa colaboração no Departamentod e Música da JEDM da Convenção Batista Brasileira. Naibel foi diretora de Música no Colégio Americano Batista em Recife. Outros obreiros preparados pelo Curso de Música do Seminário do Norte se espalharam pelos vários Estados do Brasil, especialmente no Norte e Nordeste. A influência deste Curso foi sentida no trabalho batista.

Fred Spann regendo – Foto de Francisco Bonato Pereira

“Coral Sinfônico” (Conjunto Coral do Seminário) fazia excursões, anualmente, cantando em igrejas e instituições batistas em diversas capitais do Nordeste do Brasil. E não só o público batista que toma conhecimento da presença deste harmonioso coral, pois, por várias vezes, este tem se apresentado na televisão.

O Coral, habilmente, dirigido pelo Maestro Fred Spann, possui alguns LPs com suas gravações, entre eles: “As sete últimas Palavras da Cruz” e “Ouve a Voz Divina”.

Betty Brawner & Fred Spann

Em 1966 foi inaugurado um novo edifício para Música Sacra, com instalações para gravação, salas para ministração de aulas em grupos, para aulas particulares e mais seis menores, para estudos e exercícios.

Mas, vamos ver quem é este homem que vem prestando tão relevantes serviços à Denominação Batista, através de sua firme e sábia direção do Curso de Música Sacra do Seminário Batista do Norte do Brasil.

Parecia que, na família do ferroviário Lenzie S. Spann, da cidade de Levy, Estado de Arkansas (EUA), só nasceriam meninas, pois, já havia três – Silvia, Margaret e Peggy. O casal já estava preparado para receber outra, quando apareceram os irmãos gêmeos, Edward e Fred em 19 de Julho de 1933.

Mais uma vez, podemos comprovar como a música no lar tem um papel importante na formação de vidas. O ferroviário Lenzie Spann tinha a preocupação de fazer com que todo o seu lar girasse em torno de dois livros – A Bíblia e o Hinário. Costumava ajudar na organização e promoção de “festas de música sacra”, atividade característica das igrejas batistas naquela época, especialmente nas zonas rurais. Lenzie Spann dirigia a música em várias igrejas. A família mantinha um programa radiofônico, onde apresentava números de música. Não é de admirar que os filhos de Lenzie Spann tiveram suas vidas intimamente ligadas à igreja. As três irmãs trabalharam em Igrejas na cidade de Litle Rock, enquanto que Edward, o irmão gêmeo de Fred, foi um proeminente “ministro de música”, outro irmão Lee, engenheiro.

Fred Spann converteu-se aos sete anos e, aos nove, já sentia a chamada para o trabalho missionário. Foi sempre muito ativo no trabalho dos Embaixadores do Rei, atingindo o posto de Embaixador Especial, quando ainda no ginásio. Serviu, depois, como Conselheiro e, sempre teve grande interesse nas atividades dos Embaixadores.

Na Universidade Batista de Ouachita, Arkansas, Fred Spann preparou-se para ser missionário, sem saber ainda em que setor iria trabalhar. Fazia parte do coro, cantava num bom quarteto masculino e era um elemento integrante na equipe de atletismo daquela Instituição (especializado em corridas). Depois de ter recebido o grau de Bacharel em Artes pela Universidade, Fred Spann foi ao Seminário em Fort Worth, onde recebeu ainda o grau de Mestre em Educação Religiosa e Música Sacra.

Como veem os leitores, trata-se de um obreiro preparado para a tarefa.

James Frederick Spann (o nome certo do nosso personagem), além das funções que exerceu no Seminário, foi pastor de uma das igrejas batistas do Recife e membro da Junta Evangelizadora de Pernambuco. Em 1965, foi eleito paraninfo pela turma dos formandos do Seminário. Tem hinos e composições de sua autoria.

Casado com a elegante e simpática Betty Brawner, tiveram três filhos (Grady, Jim e Eduardo), todos alunos do Colégio Americano Batista do Recife.

Fred é Doutor em Educação Musical, na Universidade do Estado de Flórida. Reside atualmente em Colt, Arkansas (EUA).

Assim, ao meu ver, é a maneira de melhor cumprir o seu desejo – “a minha tarefa é preparar…”

Bill H. Ichter

“Publicado originalmente em: “O Jornal Batista”, 26 de Junho de 1966 , pág. 5 – “Coluna Canto Musical”
Atualização do Texto (2016): Robson Junior
Usado com permissão

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Herzy Seixas de Paiva Lima disse:

    Muita saudade desse professor querido e regente inigualável. Deus abençoe esse querido!

  2. Herzy Seixas de Paiva Lima disse:

    Muita saudade desse professor querido e regente inigualável. Deus abençoe esse querido!

  3. Milzede Barros Albuquerque disse:

    Tive o privilégio de, como aluna do Bacharel em Música Sacra do Seminário de Educação Cristã, fazer parte de grandes coros, formados em ocasiões especiais no Recife, sob a regência do ilustre maestro Dr. Fredd Spann. Depois, como Chefe da Divisão de Música do Depto. de Educação Religiosa da CBPE, contar com seu apoio na formação de grandes coros para as Conferências Simultâneas de Evangelização, no mês de setembro; audições natalinas; audições nas assembleias convencionais, cursos na igrejas durante nossos simpósios de Música… Experiências preciosas e inesquecíveis! O Pr. Bill Ichter também colaborou naqueles Simpósios, mas na última vez que veio do Rio de Janeiro como preletor de um deles, a realizar-se no SEC, faleceu a irmã Else Falcão, esposa do Pr. e Prof. Silas Falcão e seu velório e cerimônia fúnebre aconteceram no STBNB, vizinho ao SEC. Por isso, o nosso Simpósio foi suspenso.

  4. Milzede Barros Albuquerque disse:

    Tive o privilégio de, como aluna do Bacharel em Música Sacra do Seminário de Educação Cristã, fazer parte de grandes coros, formados em ocasiões especiais no Recife, sob a regência do ilustre maestro Dr. Fredd Spann. Depois, como Chefe da Divisão de Música do Depto. de Educação Religiosa da CBPE, contar com seu apoio na formação de grandes coros para as Conferências Simultâneas de Evangelização, no mês de setembro; audições natalinas; audições nas assembleias convencionais, cursos na igrejas durante nossos simpósios de Música… Experiências preciosas e inesquecíveis! O Pr. Bill Ichter também colaborou naqueles Simpósios, mas na última vez que veio do Rio de Janeiro como preletor de um deles, a realizar-se no SEC, faleceu a irmã Else Falcão, esposa do Pr. e Prof. Silas Falcão e seu velório e cerimônia fúnebre aconteceram no STBNB, vizinho ao SEC. Por isso, o nosso Simpósio foi suspenso.

Deixe uma resposta para Herzy Seixas de Paiva Lima Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *