João Gomes da Rocha

Biografia e Hinografia

João Gomes da Rocha (1861-1947)

Nasceu: 14 de março de 1861 em Rio de Janeiro.
Faleceu: 11 de julho de 1947 em Londres, Inglaterra.

João Gomes da Rocha (1861-1947) nasceu no Rio de Janeiro, capital do Império do Brasil, em 14 de março de 1861. João era filho dos portugueses Antônio Gomes da Rocha, natural de Aveiro, e Maria do Carmo, da Ilha Terceira no Arquipélago dos Açores. Mas foi adotado pelo casal escocês, Robert Reid Kalley (1809-1888) e sua esposa, Sarah Poulton Kalley (1825-1907), missionários pioneiros no Brasil.

Inicialmente, os escoceses tinham ido morar na Ilha da Madeira. O médico Robert tinha sido ordenado ministro da Igreja Livre da Escócia, mas agia como missionário por conta própria. Perseguido por ter convicções da fé cristã, Robert teve que fugir da Ilha. O casal passou por muitas aflições e por isso veio para o Brasil, um país onde também o estado se ligava à Igreja. Entre 1855 e 1875, Robert Kalley participou dos debates sobre os problemas políticos e religiosos dos brasileiros acatólicos. Tinha acesso ao imperador Pedro II.

É nesse contexto que João Gomes da Rocha cresce e, em 18 de outubro de 1885, João foi batizado por Robert Kalley na Escócia.

Estudou medicina em Londres, onde aplicou seus dons como médico e missionário, em conexão com a Mildmay Mission to the Jews. Ele fez seu estágio na Argentina e no Uruguai e, a caminho para esses países, aproveitou a oportunidade para visitar a família no Brasil.

Nessa ocasião, em 3 de dezembro de 1893, filiou-se à Igreja Evangélica Fluminense, igreja congregacionalista fundada por seu pai, Robert Kalley, no Rio de Janeiro e da qual João foi membro até o fim da vida.

Ao regressar à Inglaterra, de passagem, João Gomes da Rocha permaneceu por mais algum tempo na terra natal e fez visitas evangelísticas nos estados do Rio, Espírito Santo e São Paulo.

Mais tarde, a Missão o enviou a Madagascar e a vários pontos na África. Voltando a Londres, permaneceu ali e exerceu a medicina até o fim de seus dias.

Quanto à imensurável contribuição à hinodia brasileira, João seguiu o exemplo de seus pais, os Kalleys, que haviam organizado a hinodia evangélica no Brasil. Com a morte de Robert, ocorrida em 1888, João Gomes da Rocha, que havia estudado música na Escócia, tornou-se auxiliar de Sarah, na compilação de hinos.

Embora João tenha vivido a maior parte de sua vida na Inglaterra, ele manejou com facilidade a língua portuguesa, o que possibilitou sua atuação no preparo de algumas edições do hinário Salmos e Hinos.

A terceira edição de “Salmos e Hinos com músicas sacras” foi publicada em 1889, sob a inteira responsabilidade de João Gomes da Rocha, impressa em Londres por Henderson e Spalding; a quarta edição, dotada de valiosos índices, saiu em 1919, ao término da Primeira Guerra Mundial (1914-1918) (ver: “Salmos e Hinos” – sua origem e desenvolvimento, pp.43 e 53 – Henriqueta Rosa Fernandes Braga. Rio de Janeiro: Igreja Evangélica Fluminense, 1983).

João produziu numerosos hinos, entre traduções, adaptações e trabalhos originais, dos quais 62 se encontravam nos Salmos e Hinos de 1975, 32 no Hinário Evangélico com Músicas Sacras, editado pela Confederação Evangélica do Brasil, em 1962, 15 no Cantor Cristão e 11 no Hinário para o Culto Cristão. Entre eles, um dos mais conhecidos é o texto adaptado da Doxologia Justo és, Senhor, em teus altos caminhos.

Ele ainda escreveu sobre a vida, o trabalho evangelístico e as aflições do casal Kalley (ver: Rocha, João Gomes da. Lembranças do Passado (4 vols.) Rio de Janeiro: Centro Brasileiro de Publicidade, 1941-1957; https://archive.org.lembrançasdopass00roch-djvu (/fulltext).

João Gomes da Rocha faleceu em 11 de julho de 1947, em Londres (Inglaterra), mas seu coração nunca saiu do Brasil, sua terra natal, e do ministério da hinodia aqui.

Henriqueta Rosa Fernandes Braga

Referências Bibliográficas:
-BRAGA, Henriqueta R. F. Música Sacra Evangélica no Brasil. Rio de Janeiro:  Livraria Kosmos Editora, 1961, pág. 332.

Roberto Torres Hollanda (Rolando de Nassau)

© 2021 de Roberto Torres Hollanda – Usado com permissão
Doc.HC-111, 14/9/2021

Joaquim Otávio Pereira da Silva Júnior

Referências Bibliográficas:
MULHOLLAND, Edith Brock. Hinário para o Culto Cristão (HCC) – Notas Históricas: Rio de Janeiro: JUERP, 2001, pág. 19.

(1861-1947)

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *