Patrícia Côdo

Patrícia Côdo

Patrícia Côdo nasceu em 28/04/1952 na Cidade de São Paulo/SP.

Foi criada na cidade de Campinas, desde a tenra idade, onde seus pais Neander de Campos Kerr e Célia Maria de Carvalho Kerr frequentavam a igreja Presbiteriana de Campinas que fica no centro da cidade. Assim que começou a igreja do Jardim Guanabara, que ficava na quadra ao lado de sua casa, todos passaram a frequentar lá. Naquele momento o salão nobre do Seminário Presbiteriano era onde se realizavam os cultos.

Assim desde criança ela e seus irmãos (6 ao todo) foram levados à igreja. Aos 12 anos de idade fez a sua pública profissão de fé, após ter frequentado a classe preparatória para isso. Começou a dar aulas na Escola Dominical para crianças de 4 anos de idade, quando tinha 13 anos. Com isso conheceu o Velho Testamento aos poucos, e contava as histórias de todos os patriarcas. Desde os 13 anos também começou a cantar no coro da sua igreja, e também em conjuntos musicais improvisados ou ensaiados na sua adolescência.

Por causa disso, foi convidada por Vencedores por Cristo (VPC) para fazer parte da sexta equipe, que iria a Brasília em julho de 1971.

Em 1974, casa-se com Nércio Côdo Jr, que era da igreja Batista Central de Campinas. Começa então a frequentar essa igreja. Lá dirige por alguns anos um conjunto de adolescentes misto, com ensaios semanais. Também dá aulas de escola dominical para eles, até que se muda para Belo Horizonte.

Lá frequenta a igreja Batista Central, e onde ajudou por 1 ano a ensaiar um conjunto de mocinhas, ajudando com as músicas e estudos bíblicos, ao estilo dos VPC.

Voltando para Campinas, continuou a fazer parte do coral da Batista Central e trabalhar decorando os vasos da igreja cada domingo por 2 anos.No ano de 1984, ao começar a Igreja Batista Cidade Universitária (IBCU) que frequenta até o momento, começou ajudando a tocar o violão nos cultos juntamente com algum outro que se voluntariasse.

Depois, quando a igreja foi crescendo, e formou-se um coral, sempre esteve ligada a ele, e a conjuntos temporários. Até o momento (2016) faz parte do coral da sua igreja, e também dá aulas de artesanato há 10 anos, como forma de evangelismo, ensinando pintura em tela.

Seu marido também participou de VPC, e eles cantam no coral da igreja.

O cântico “Buscar-me-eis” gravado no LP “Família Kerr” é de sua autoria.

Tem 2 filhos casados e 2 netos (de sua filha).

Fonte:A Colaboradora

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *