O hino “Ó linda estrela”, de Heber – Rolando de Nassau

Especial para “Hinologia Cristã”

Reginald Heber (1783-1826) foi hinógrafo e ministro anglicano (1807-1823); seus primeiros hinos foram publicados no “Christian Observer” (1811). Em 1823 foi nomeado bispo de Calcutá (Índia). Na época, a Inglaterra dominava a Índia e as províncias próximas (Birmânia, Laos, Tailândia e Camboja).

Sua coletânea de hinos (1827) foi o primeiro hinário inglês organizado em conformidade com o ano eclesiástico da Igreja Anglicana, chegando a influenciar o movimento literário da hinodia inglesa no princípio do século 19.

Heber escreveu 57 hinos, entre os quais “Brightest and Best of the Sons of the Morning” (1811) para a Festa da Epifania.

James P. Harding (1850-1911) compôs a melodia “Morning Star” (1892).

A letra foi traduzida, em 1949, por Antônio de Campos Gonçalves (1899-1981), com o título “Ó linda estrela”.

É encontrado nos seguintes hinários:

“Seja louvado” (1972), no. 99;

“The Hymnal” (1982), no. 117;

“Novo Cântico” (1991), no. 237-A;

“Cantai Todos os Povos” (2006), no. 355.

Rolando de Nassau.

Brasília, DF, em 05 de dezembro de 2016.

© 2016 de Rolando de Nassau – Usado com permissão

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *