Glória a Deus, os Anjos Cantam

HistóriaLetraInformaçõesRecursos e Partituras

Glória a Deus, os anjos cantam

Letra: Juan Bautista Cabrera (1817-1916)
Tradução: Simei Monteiro, 1977, alt., 2017
Música: Melodia Galesa

Um hino para as celebrações do Natal. Está baseado nas palavras do texto bíblico que relata o canto dos anjos anunciando o nascimento de Jesus aos pastores de Belém: “Glória a Deus nos mais altos céus, e paz na terra àqueles de que Deus se agrada!” (Lucas 2.14)

O texto parece ser original de Juan Bautista Cabrera Ibarz, nascido em Alicante, Espanha, hinista anglicano, bem conhecido entre as pessoas de língua espanhola.

O tema deste hino é o convite a glorificar a Deus pelo dom de Jesus Cristo, o Salvador.

A primeira estrofe convida a igreja na terra, juntamente com a igreja nos céus, a igreja triunfante, a entoar hinos de louvor pela grande salvação! Este canto deve ser “a uma voz”, significando a nossa unidade em Cristo.

A segunda estrofe prossegue no convite, agora dirigido também à criação; celebra a bondade de Deus percebida na terra como o lugar onde a ação salvífica se dá.  A paz é dom divino e só nos cabe aceitá-la e preservá-la em nosso mundo! Povos e dignitários da terra são convidados a tributar louvores a Deus; aquele que vem habitar entre nós, Emanuel!

A terceira estrofe celebra a liberdade alcançada em Jesus Cristo e afirma a igreja militante, a qual, embora ainda em luta, já antecipa a alegria do céu cantando a salvação até que o Reino de Deus chegue em plenitude!

A música, conhecida pelo nome de TRAFAENAN, é tradicional do País de Gales. É um canto alegre que deve ser executado de forma festiva. Pode ser cantado em dueto ou em uníssono pela congregação.

Simei Monteiro

Glória a Deus, os anjos cantam

Letra: Juan Bautista Cabrera (1817-1916)
Tradução: Simei Monteiro, 1977, alt., 2017
Música: Melodia Galesa

1. Glória a Deus,os anjos cantam;
Deus mostrou-nos seu amor;
dando a cada ser humano
o grandioso Salvador.
Com o canto dos remidos
façam coro nossos hinos
de louvor e gratidão
por tão grande salvação.
Entoemos a uma voz:
Nas alturas, glória a Deus!

2. Glória a Deus, responde a terra
ao sentir que Deus é bom.
Quem concede paz constante,
já lhe outorga o pleno dom.
Povos, tribos, reis , senhores,
tributai a Deus louvores
pelo Cristo, santo e fiel,
Deus conosco, Emanuel.
Proclamemos a uma voz:
Nas alturas, glória a Deus!

3. Glória a Deus, a Igreja entoa,
livre já da escravidão;
por Jesus, que é seu escudo,
sua rocha e salvação.
Vigilante, em paz, resiste;
e da luta não desiste;
aguardando, em comunhão
sua plena redenção.
Exclamemos a uma voz:
Nas alturas, glória a Deus!

Glória a Deus, os anjos cantam

Letra: Juan Bautista Cabrera (1817-1916)

Tradução: Simei Monteiro (1943)

Música: Melodia Galesa

Métrica: 8.7.8.7.8.8.7.7.7.7.

Data da tradução: 1977,alt. 2017

Título original em Português: Glória a Deus, os anjos cantam

Primeira linha da primeira estrofe: Glória a Deus, os anjos cantam

Fonte original: Os autores

Referências Bíblicas: Lucas 2.14

.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *