David Junker

Maestro David Junker

David Junker

Casado com Beatriz Chrispim Junker, têm como filhos Rebeca, Flávio e Natália. Foi o primeiro Doutor (PhD) no Brasil na área de Educação Musical com ênfase em Canto Coral, formou-se na Universidade de Brasília – UnB nos cursos de Licenciatura em Música, e Composição e Regência. Com extensas realizações na vida acadêmica, deu prosseguimento aos estudos (como bolsista da CAPES, Comissão Fulbright, LASPAU e CNPq), obtendo Mestrado em Regência Coral e Doutoramento (PhD) em Educação Musical/Música Coral, ambos na University of Missouri, nos Estados Unidos. De julho de 1997 a janeiro de 1999, o maestro David Junker voltou àquele país, para realizar pesquisas de pós-doutorado na Butler University em Indianapolis, como professor visitante. Em julho de 2007 volta novamente para a University of Missouri, agora como professor visitante e “Research Scholar” para um novo período de pesquisas de pós-doutorado. Como produto deste período deu início à publicação de uma série de 4 livros e um DVD intitulada “Panoramas da Regência Coral”. Faz parte do corpo docente da Universidade de Brasília, onde ministra aulas de Regência, Canto Coral, Prática de Orquestra, e Prática de Conjunto tanto na graduação quanto na pós-graduação (já estão publicados 2 livros e um DVD). Em 2018 seguiu para Campbellsville University (Campbellsville, Kentucky), pelo período de um ano em seu terceiro período de Pós-Doutorado, com a dupla função de Visiting Professor and Research Scholar. Onde esteve à frente do Coro Masculino e da Orquestra da Universidade, ministrando aulas de Regência para alunos de graduação e Pós-graduação. Como Pesquisador teve a oportunidade de elaborar artigos em Inglês sobre a Matriz DJunker e avançar na autoria de seu último livro da Coletânea acima citada, com o volume chamado “Metodologia e Prática”. Neste período pode realizar vários concertos nos Estados Unidos com grupos corais e instrumentais.

Foi regente fundador do Coral da UnB e da Serenata de Natal, ambos com 35 anos de existência já tradicionais na comunidade brasiliense. Na University of Missouri foi regente titular do Womens’s Chorus e Concert Chorale e regente assistente dos demais grupos de coros mistos, madrigais e sinfônicos. Nessa oportunidade, pode também, estudar com o maestro americano Robert Shaw, um dos mais destacados nomes da regência coral do mundo.  Em 1989, ainda morando nos Estados Unidos, integrou o corpo docente do Curso Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília, onde teve a oportunidade de trabalhar com o maestro sueco Eric Ericson, um dos grandes nomes da música coral europeia.

Criou, em 1991, o Coro Sinfônico Comunitário da UnB, com centenas de vozes, cuja didática é voltada para atender leigos em música na interpretação de peças eruditas. O método, criando pelo Maestro David Junker, vem sendo implantado em instituições de música de várias cidades brasileiras. Este grupo, reconhecido também internacionalmente, já figura entre os trabalhos corais mais respeitados no Brasil. Foi o primeiro grupo coral da América Latina a ser convidado para tomar parte dos concertos realizados no Carnegie Hall, em Nova York.

Em 1992 fundou o Madrigal – UnB, que dispõe de CDs lançados com grande aceitação da crítica especializada internacional. O Primeiro lançado em 1996, o segundo gravado nos Estados Unidos, por ocasião da Convenção da American Choral Directors´ Association em 1998 e o terceiro em 2001, contendo uma coletânea de Hinos incluindo o Hino Nacional Brasileiro e Hino do Tribunal da 1ª Região. Realizou turnês por várias cidades brasileiras e diferentes países das Américas do Sul, do Norte, e Europa.

Eleito em 1999, David Junker ocupou, por dois anos, o cargo de Presidente Fundador da Associação Brasileira de Regentes de Coros, referência nacional e internacional para a atividade de canto-coral e para os profissionais da área. Em 2000 e 2001 fez parte da I e II Conferência Nacional de Educação, Cultura e Desporto promovida pela Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Câmara dos Deputados. Expôs sobre “A Importância do Canto Coral no Brasil”. E seu artigo encontra-se nos Anais desses Encontros. Em 2002 recebeu homenagens na Câmara Legislativa do Distrito Federal, em Brasília, numa Sessão Solene que homenageou os dez anos do Coro Sinfônico Comunitário da UnB e a sua importância na comunidade brasiliense. Em 2003 realizou o Festival de Coro Infanto-Juvenil do Coro Sinfônico Comunitário da UnB, de onde nasceu o Coro Infanto-Juvenil do Coro Sinfônico. Este grupo, que contou com até 50 crianças e adolescentes já realizou concertos (Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional de Brasília) e apresentações chamando a atenção do público de Brasília.

Em 2006 foi indicado e selecionado para fazer parte da Enciclopédia Internacional “Who`s Who” editada nos Estados Unidos e incluído nas edições de todos os anos seguintes, na categoria “Who`s Who in the World”. Foi laureado com o título de “International Educator of the Year 2007” pelo Cambridge Biographical Institute, na Inglaterra. Este mesmo instituto o distinguiu, no ano de 2008, como um dos “Cem Melhores Educadores do Mundo” (Top One Hundred Educators of the World) e foi indicado, para integrar a série “Who’s Who among Executives and Professionals” para o ano de 2011.

Nos anos de 2013 a 2015, participou como professor visitante na Örebro University (Örebro, Suécia), como membro do programa de Exchange entre a UnB e a referida Universidade, chamado “Linneaus Palm”, oportunidade em que levou, também, o grupo Madrigal-UnB, que serviu de grupo laboratório para os alunos e regentes suecos, além de realizar concertos na Suécia (Örebro, e Stockholm) e Portugal (Lisboa).

Em 2015 foi conferencista convidado da Associação de Regentes dos Países Nórdicos (Suécia, Noruega, Finlândia, Dinamarca e Islândia), de sua Convenção realizada na cidade de Malmö e Copenhagen.

A partir de janeiro de 2016 assumiu o posto de Chefe do Departamento de Música da Universidade de Brasília, cargo que ocupa até o fim de 2017.

Em 2018, votado pelos pares para presidir a assembléia do Encontro Nacional de Regentes em Betim, MG, foi criada a Nova Associação de Regentes de Coros (ABRACO), onde se tornou o Vice Presidente pelo período de 2 anos.

Especialista em obras para coro e orquestra, Dr. Junker tem em sua carreira apresentado concertos no Brasil e exterior com uma lista constante acima de cinquenta grandes obras entre Oratórios, Missas, Óperas, Cantatas e outras peças sacras e profanas. Trabalhou regendo obras corais sinfônicas com várias orquestras, além dos grupos instrumentais da UnB, dentre elas a Orquestra do Teatro Nacional Claudio Santoro, Orquestra Filarmônica de Goiás, New England Ensemble Orchestra (do Nova York), orquestra da Örebro Universitet (Suécia), Campbellsville University Orchestra e grupos instrumentais nos estados norte-americanos de Missouri e North Dakota, New York e Kentucky. Conferencista convidado sobre a “Música Coral”, tem estado em praticamente todos os estados do Brasil e alguns estados dos Estados Unidos, países Nórdicos em diversos eventos: Festivais, Encontros e Convenções.

Agraciado com diversas condecorações, destacam-se a “Ordem do Mérito do Grau de Oficial do Distrito Federal”, do Governo do Distrito Federal (1994); a “Laurea Medalha do Mérito Carlos Gomes” da Academia de Letras e Música do Brasil (1996); o Título de “Mérito Wolfgang Amadeus Mozart” e a “Medalha do Mérito JK”, ambos da Academia Internacional de Cultura (2006 e 2010) a “Medalha do Pacificador” e “Ordem do Mérito Militar no Grau de Cavaleiro”, concedidas pelo Comando-Geral do Exército Brasileiro (2007 e 2009). É membro da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Música (ANPPON), American Choral Director’s Association (ACDA), Music Educators National Conference, (MENC), International Federation of Choral Music (IFCM), Ordem os Músicos do Brasil e da Nova Associação Brasileira de Regentes de Coros (ABRACO). Ocupa a cadeira nº 78 da Academia de Letras e Música do Brasil – ALMUB, que tem como patrono o compositor Camargo Guarnieri.

Fonte: O Colaborador

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *