Convite aos meninos

HistóriaLetraInformaçõesRecursos e Partituras

Convite aos meninos – (Come to the Saviour)

Letra: George Frederick Root (1820-1895), 1870
Adaptação:
Sarah Poulton Kalley (1825-1907), 1875
Música: George Frederick Root (1820-1895), 1870

“Em 1879 eu estava auxiliando em encontros avivalistas em Danville, Califórnia”, escreve o pastor de uma Igreja Presbiteriana em Oakland. As reuniões foram bem sucedidas e muito interesse foi demonstrado, mas por um longo tempo não houveram conversões.

No bairro havia um homem que, com sua esposa e filhos, frequentava regularmente a igreja. Eles eram pessoas excelentes, mas não podiam ser induzidos a professar Cristo, e não se chamavam cristãos. Um dia, enquanto os homens estavam realizando cultos na igreja, as mulheres estavam tendo uma reunião na casa pastoral próxima dali.

No decorrer da reunião eles cantavam ” Oh! Vinde ao Salvador!”. Ao cantar, eles estavam prestes a se dedicar em oração, quando a senhora acima mencionada pediu-lhes para cantar o último verso deste hino … A senhora ficou muito comovidae, quando cessou o canto, ela disse com profunda emoção: “Sim, não vou mais ficar longe”. As mulheres estavam todas profundamente emocionadas e oravam e louvavam a Deus com calorosos corações. Quando os homens souberam a respeito deste fato, foram grandemente encorajados pelas boas novas.

Seguiu-se um avivamento e, no final de um culto abençoado, alguns dias depois, foi feito um apelo para as pessoas que desejassem se unir à igreja; Esta senhora e seu marido foram os primeiros a se manifestar. Eles foram seguidos por alguns de seus próprios filhos e muitas outras pessoas – ao todo, vinte e uma. Este hino parecia ter sido o meio de alcançar o coração da esposa e de abrir o caminho para a bênção que se seguiu.

A adaptação brasileira encontrada é da autoria de Sarah Poulton Kalley, que foi uma grande missionária e musicista, organizadora, juntamente com o seu esposo, Robert Kalley, do hinário Salmos e Hinos (1861).

Encontramos este belo hino nos hinários Novo Cântico (367), Salmos e Hinos (609), Hinário Evangélico (165), Cantor Cristão (525), Hinário Aleluia (143).

Tradução da História: Robson Junior & Juliana Resende

Referências Bibliográficas

¹SANKEY, Ira D. My Life and the Story of the Gospel Hymns. USA: Harper & Brothers, 1907. pp. 129-30

© 2017 da tradução de Robson José & Juliana Resende– Usado com permissão

Convite aos meninos – (Come to the Saviour)

Letra: George Frederick Root (1820-1895), 1870
Adaptação:
Sarah Poulton Kalley (1825-1907), 1875
Música: George Frederick Root (1820-1895), 1870

1. Vinde meninos! Vinde a Jesus!
Ele ganhou-vos bênçãos na cruz!
Aos pequeninos Ele conduz.
Oh! Vinde ao Salvador!

Estribilho:
Que alegria sem pecado ou mal
Reunir-nos todos, afinal,
Na santa pátria celestial
Com Cristo, o Salvador!

2. Já, sem demora, a todos convém
Ir caminhando à glória de além;
Ele vos chama: quer vosso bem.
Oh! Vinde ao Salvador!

3. Com grande amor, Jesus sempre o dizr:
Quer receber-vos no bom país,
Quer conceder-vos vida feliz.
Oh! Vinde ao Salvador!

4. Eis a chamada: “Vinde hoje a Mim!”
Não há no mundo quem ame assim.
Seu grande amor por vós não tem fim
Oh! Vinde ao Salvador!

Convite aos meninos – (Come to the Saviour)

Letra: George Frederick Root (1820-1895)

Tradução/Adaptação: Sarah Poulton Kalley (1825-1907), 1875

Métrica: 9.9.9.6. Estribilho

Música: George Frederick Root (1820-1895),

Data da composição: 1870

Data da tradução: 1875

Título original: “Come to te Saviour”

Título original em Português: “Convite aos meninos”

Primeira linha da primeira estrofe: Vinde meninos! Vinde a Jesus!”

Primeira linha do estribilho: “ Que alegria sem pecado ou mal”

Fonte original em Português: Salmos e Hinos (n.º 609)

Referências Bíblicas: Mateus 11.28

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *