J. S. Bach

Biografia

Johann Sebastian Bach (1685-1750)

 

J. S. Bach

Johann Sebastian Bach, nascido em 31 de março de 1685, foi o filho mais novo de Johann Ambrosino e Elisabeth Lämmerhirt Bach. Os seus três irmãos tiveram todos o mesmo primeiro nome, Sendo Johann Christoph, Johann Balthasar e Johann Jakob.

Quando o seu pai morreu, Johhan Sebastian tinha 9 anos. Sua mãe havia falecido, apenas nove meses antes. Sebastian e Jakob foram morar com o irmão Christoph em Ohrdruf.

Tudo indica que Johann Sebastian Bach, na infância, não gozava boa saúde, pois no seu boletim escolar foram notadas inúmeras e excessivas faltas, porém isto não impediu que ele tirasse boas notas. Era aluno aplicadíssimo e ativo no coro da igreja. Dizem que, quando menino, possuía uma voz excepcionalmente doce e bonita.

Com 15 anos, Bach resolveu sair da casa do seu irmão, e foi para Lüneberg cantar num grande coral da Igreja de Michaelis. Durante este período de sua vida, Bach sofreu grande influência do organista George Böhm e também de Johann Adam Reiken, organista de Hamburgo.

Foi em Lüneberg que Bach começou a compor.

Três anos mais tarde, ele aceitou o convite de ser organista da Igreja em Armstadt. Pela primeira vez começaram a ser ouvidas as músicas originais, com aquelas características que mais tarde seriam reconhecidas por qualquer estudante de música.

Em 1707 Bach casou-se com Maria Barbara Bach, sua prima, e desse casamento houve sete filhos. Nesse mesmo ano Bach aceitou o convite de ser organista na Igreja Blasius, em Müllhausen, onde ele permaneceu por quase um ano.

De 1708 a 1717 Bach morou em Weimar, onde foi o organista do Duque de Weimar. Foi durante esse período que produziu muitas das suas mais famosas obras para órgão.

De 1717 a 1723, Bach trabalhou em Cothen com o Príncipe Leopoldo e compôs durante aqueles anos muitas peças de música de câmara.

Em 1720 Bach foi à cidade Halle, para se encontrar com Georg Friedrich Händel, porém Händel havia voltado à Inglaterra, e nunca mais se encontraram. Durante esta visita, a esposa de Bach faleceu e foi sepultada antes de ele poder voltar.

Um ano e meio mais tarde, Bach casou-se com Anna Magdalena Wilcken. Desse enlace nasceram 13 filhos, dos quais somente dois sobreviveram ao seu famoso pai.

De 1723 até a sua morte, Bach trabalhou em Leipzig, e foi lá que começou a compor a maioria de suas músicas. A Thomas Schule (Escola Thomas), onde Bach labutava, forneceu os coros para as várias igrejas da cidade. Ele sempre teve de lutar com as autoridades para ter um melhor apoio às atividades da Escola. O seu desejo era sempre o de elevar o nível de preparo na Escola, e isto resultou em vários atritos com outras autoridades.

No fim de 1749, Bach, que vinha sentindo constante piora na sua vista, ficou quase completamente cego. Ele foi operado pelo Dr. John Taylor, famoso cirurgião que havia operado o grande músico Händel, porém, em virtude de outras dificuldades, a intervenção em Bach não bem sucedida. No dia 18 de julho de 1750, Bach recuperou a sua vista, porém foi por pouco tempo, pois 10 dias mais tarde ele faleceu.

Bill H. Ichter

Publicado originalmente em “O Jornal Batista”, Ed. 29, Julho, 1970, pág. 4 – “Coluna Canto Musical”
© 1970 de Bill H. Ichter – Usado com permissão

 

(1685-1750)

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *