Aqui Estamos, ó Senhor

HistóriaDocumentaçãoLetraInformações Recursos e Partituras

Aqui Estamos, ó Senhor

Letra e Música: Simei Monteiro, 1970, 2016

Eu tinha acabado de me graduar em Música Sacra pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil – STBSB e queria ter mais contato com outros músicos cristãos. Já havia participado de encontros de música sacra e desejava ampliar meus horizontes teológico- musical.

Procurando algum curso complementar, soube da existência de um seminário de música sacra no Instituto José Manuel da Conceição, em Jandira-SP, o querido JMC. Assim, providenciei minha inscrição e fui participar do encontro.

Alunos do Seminário de Música Sacra do Instituto JMC em Jandira. Ruy Wanderley com as mãos no bolso e Simei Monteiro ao harmônio

Foi uma experiência incrível! Conheci pessoas maravilhosas, irmãos e irmãs em Cristo, professores criativos e dedicados. Entre eles posso citar: Ruy Wanderley, Umberto Cantoni e Jaci Maraschin. Foram dias de intensa convivência, muita alegria e muito estudo. Formamos um coro sob direção do maestro Cantoni; lembro-me muito bem do encerramento do seminário, na Catedral Presbiteriana, em São Paulo, quando me foi dada a honra de reger o coro dos participantes. Fiquei muito emocionada!

Em um dos momentos do curso fomos incentivados a criar um pequeno cântico. Eu desejava compor algo diferente, tanto no texto como na música. Nessa época já compunha algumas coisas e escrevia poemas. Gostava de escalas modais e pesquisava harmonias mais contemporâneas. Também os estudos de Teologia e de Composição Musical no STBSB, já me forneciam elementos para tentar o desafio. Desafio porque tínhamos pouco tempo: algumas horas durante o dia em uma semana intensa.

Logo obtive um rascunho do hino.  O texto foi escrito quase que ao mesmo tempo em que a música.  Mostrei ao grupo e todos gostaram, inclusive o professor.

Hoje, revisando o texto, percebi que, naquela época, tive alguma dificuldade em expressar meus pensamentos teológicos. Minha consciência de compromisso social já era bem presente em meus escritos. Ainda não sendo a metodista convicta que sou hoje, já entendia que a vida cristã envolve a prática conjunta das obras de piedade e das obras de misericórdia, como bem expressa João Wesley, o líder do metodismo.

Pensava também que o culto que prestamos a Deus é parte de nossa missão. O louvor é compromisso e “o mundo é nossa paróquia”. Muitos anos mais tarde, já como missionária da igreja Metodista, esses pensamentos me ajudavam a cada dia procurar testemunhar o amor de Cristo mesmo quando parecia difícil.

A música e o texto original foram concebidos como um Introito, um canto congregacional para o início do culto.

“Aqui Estamos, ó Senhor” foi publicado no antigo periódico: “Louvor Perene” e depois na coletânea: “A Nova Canção”. A versão agora neste site, com arranjo coral de Robson Lima, foi revisada e tem a letra  atualizada.

Simei Monteiro

As partituras editadas, atualizadas e aprimoradas encontram-se na aba “Recursos e Partituras”. Toda partitura da aba “Documentação” é publicada a fim de comprovar os autores/tradutores/arranjadores/adaptadores das devidas obras musicais.

Aqui estamos, ó Senhor

Aqui Estamos, ó Senhor

Letra e Música: Simei Monteiro, 1970, 2016

1. Aqui estamos, ó Senhor,
queremos te adorar.
Humildemente e em comunhão,
oramos com fervor.

2. Se o nosso canto de louvor
não for o som real
do teu amor, da tua paz;
perdoa-nos, Senhor.

3. Ao mundo iremos transmitir
o Cristo que há em nós.
Ó vem, e faze-nos sentir
que não estamos sós!

Aqui Estamos, ó Senhor

Letra e Música: Simei Monteiro (1943)

Data da composição: 1970

Métrica: 8.6.8.6.

Título Original: “Aqui Estamos, ó Senhor”

Primeira linha: Aqui estamos, ó Senhor

Publicações no Brasil: “Louvor Perene”, Coletânea “A Nova Canção”

Referência Bíblica: João 4: 23,24 / Marcos 12: 29 – 31

Arranjadores: Simei Monteiro, 1970 / Robson Lima, 2016

Você pode gostar...

10 Resultados

  1. Ruy Wanderley disse:

    Renato e Iracema tocando flauta doce. Eu mantenho até hoje o hábito de ter as mãos no bolso quando ouço meus alunos. Tempo abençoado, Saudades imensas de todos.

  2. Ruy Wanderley disse:

    Renato e Iracema tocando flauta doce. Eu mantenho até hoje o hábito de ter as mãos no bolso quando ouço meus alunos. Tempo abençoado, Saudades imensas de todos.

  3. Ruy Wanderley disse:

    Eu lecionei História da Música Sacara e Flauta doce nesse Seminário e em outros em Jandira. Saudades desse empo abençoado. Sergio e Iracema tocando flauta doce. Eu até hoje coloco as mãos no bolso quando ouço meus alunos tocando….

  4. Ruy Wanderley disse:

    Eu lecionei História da Música Sacara e Flauta doce nesse Seminário e em outros em Jandira. Saudades desse empo abençoado. Sergio e Iracema tocando flauta doce. Eu até hoje coloco as mãos no bolso quando ouço meus alunos tocando….

  5. Cleide Manoel Gossi disse:

    Que legal, Robson. Lembro-me do JMC em Jandira, participei muito lá e tenho grande amigos que estudaram ali também. Muitas saudades.

  6. Cleide Manoel Gossi disse:

    Que legal, Robson. Lembro-me do JMC em Jandira, participei muito lá e tenho grande amigos que estudaram ali também. Muitas saudades.

  7. Cleide Manoel Gossi disse:

    Muito bom, Robson. Lembro-me do JMC em Jandira, participei muito lá e tenho grande amigos que estudaram ali também. Tenho alguns deles no meu face. Muitas saudades.

  8. Cleide Manoel Gossi disse:

    Muito bom, Robson. Lembro-me do JMC em Jandira, participei muito lá e tenho grande amigos que estudaram ali também. Tenho alguns deles no meu face. Muitas saudades.

  9. Alberto Corazza disse:

    Também participei, já regia o Coral Evangélico, em 1962, quando me casei, e, em plena lua de mel, participei do seminário. SAUDADES!

  10. Alberto Corazza disse:

    Também participei, já regia o Coral Evangélico, em 1962, quando me casei, e, em plena lua de mel, participei do seminário. SAUDADES!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *